Dicas, truques, tutoriais, reviews, promoções e informação

sexta-feira, 25 de março de 2011

Otimizando e protegendo seu computador - Parte 2

Dando continuidade ao nosso guia de dicas sobre como otimizar seu PC, eis abaixo mais algumas dicas para você.

Controle as Instalações de Programas

Já ouvi e vi muitos casos de pessoas reclamando que o PC ficou lento (instável) depois que instalou um determinado software. Isso não é incomum, e pode acontecer por vários motivos. Um deles é a incompatibilidade com outro software instalado, incompatibilidade parcial com o sistema operacional que você usa, instalação incorreta, configuração incorreta, etc etc... Existem "N" razões para que isso esteja ocorrendo.

Entretanto, quando um programa é instalado na máquina você não sabe exatamente quais ou quantos arquivos, pastas e chaves do registro que ele criou em seu sistema. E isso pode ser péssimo na hora de desinstalá-lo mais tarde, pois ele deixa resquícios.

Mas há um meio efetivo de visualizar toda a instalação de um programa no computador, e estar ciente de tudo o que está sendo modificado/criado/removido.

Basta utilizar o aplicativo InstallWatch (linkado abaixo) e ficar por dentro de toda e qualquer instalação que houver na máquina.


Controle as Modificações em Pastas

Outro detalhe importante é estar por dentro de toda e qualquer modificação nos diretórios do Windows. Às vezes, sem percebermos, arquivos desconhecidos ou inúteis são criados no sistema e deixados de lado porque não observamos.

Você pode fazer o monitoramento das pastas com o software Folder Watch.


Desinstale Programas Não Utilizados

Tenho certeza que isso ocorre com muitos de vocês. Em muitas circunstâncias, instalamos softwares apenas para corrigir algo, realizar uma tarefa específica para aquele momento e pronto! Esquecemos que o programa existe no PC. Não sinta-se culpado, isso é normal.

Porém, não é bom. Ter um programa que não utilizamos instalado no sistema só ocupa um espaço no HD que poderia ser utilizado para outras coisas mais importantes, ou simplesmente para ter mais espaço sobrando. Além de pesar no computador, dependendo do programa.

Portanto, dê uma conferida em seus programas: Vá ao Painel de ControleAdicionar ou Remover Programas (no Menu Iniciar ou na pasta Arquivos de programas) e verifique programa por programa constado lá. Se porventura identificar um que faz tempo que não utiliza, ou não precisa mais usar, desinstale-o. É simples, rápido e melhor. Principalmente se for uma toolbar ou barra de buscas (como Ask.com, Dealio, Search Settings e companhia), pois estes aplicativos geralmente sugam memória e deixam a navegação mais lenta, além de monitorarem as atividades do usuário.

Uma boa ferramenta para remover várias toolbars e outras barras é o AdwCleaner.


Elimine Arquivos Duplicados

Muitas vezes, sem notarmos, arquivos duplicados são criados sorrateiramente no sistema. Um em cada canto do Windows. E assim fica difícil saber quais são, quantos são e onde eles estão.

E dependendo do tamanho e do tipo de arquivo, pode fazer com que certas pastas demorem mais para abrir, ou que um programa demore para iniciar.

Para localizar arquivos duplicados em um sistema você pode utilizar o gratuito Bytessence DuplicateFinder, que particularmente utilizo e gosto bastante.


Antes de Instalar um Programa...

Ao se deparar e se identificar aparentemente com um programa na Internet, não instale-o de primeira.

Existe um site chamado Spoon que oferece um serviço de qualidade, no qual você pode utilizar uma vasta gama de softwares sem precisar instalá-los. Ou seja, você pode testar o programa para ver se realmente irá gostar dele. Acesse o site e procure pelo aplicativo desejado (instruções no tutorial lá embaixo). Gostando do programa, baixe e instale-o. Não gostando do programa, basta fechá-lo e pronto!

Isso evita aquele processo clássico de instalar e desinstalar desnecessariamente aquele monte de programas, retardando o desempenho do seu computador e fragmentando ainda mais o disco rígido.


Instale Apenas o Essencial

Centenas de usuários costumam instalar diversos softwares no computador para fazer um trabalho que pode ser feito por apenas um software. E isso não é bom! Quanto mais programas há no sistema, mais pesado e lento ele fica.

Outros costumam instalar mais de um antivirus, e isso é totalmente desnecessário. Você não estará mais protegido com 10 antivirus na máquina, pelo contrário, eles irão conflitar, prejudicar o desempenho do PC, e deixar seu sistema mais vulnerável por causa disso.

Por exemplo:

Se você deseja um conversor de vídeos, músicas e imagens gratuito e multi-funcional, isto é, que suporte várias conversões diferentes (para vários formatos), uma excelente opção é o FormatFactory. Ele é o verdadeiro tudo-em-um da conversão e edição de arquivos.

Deixe seu Sistema Livre de Perigos e Fragmentos

Muita gente desconhece os termos Sandbox e Máquina Virtual. Trata-se de dois tipos de softwares de isolamento, nos quais você pode instalar programas à vontade e navegar na Internet sem medo de contaminar ou afetar o seu sistema principal. Na verdade, estes tipos de aplicativos criam um ambiente virtual isolado no sistema, e faz com que toda e qualquer modificação na máquina fique limitada apenas dentro do ambiente isolado.

Funciona como uma espécie de quarentena, onde tudo que está dentro do ambiente não tem efeito algum fora dele.

Porém, há diferenças importantes entre uma Sandbox e uma Máquina Virtual. Basicamente explicando, o conceito Sandbox (Caixa de Areia) determina um diretório de segurança isolado, que pode ser utilizado para ações simples como instalar um programa para ver como funciona, navegar na web tranquilamente, executar códigos, e modificar coisas no sistema ou no programa sem afetar o sistema real.

Já a Máquina Virtual é um aplicativo muito mais robusto e avançado que, normalmente, é usado para testes com malwares e vírus. Este tipo de software é conhecido como programa de virtualização, onde pode-se instalar um outro sistema operacional e realizar qualquer tipo de operação, tanto maliciosa quanto segura. Uma máquina virtual é também chamada de "sistema cobaia".

Portanto, por que deixar seu computador mais fragmentado, inseguro e instável instalando e desinstalando inúmeros softwares desconhecidos, e navegando em páginas desconhecidas na web, se você pode ter um aplicativo só para isso? Utilize uma sandbox ou uma máquina virtual e deixe o seu computador real livre de ameaças e instabilidades.

Reparação do Sistema

Infelizmente, em muitas ocasiões, mesmo fazendo o maior esforço possível para evitar que isso aconteça, o sistema pode apresentar uma instabilidade insuportável, na qual torna-se impossível a utilização correta do computador.

No entanto, muitas pessoas apelam logo para a formatação. Mas você pode tentar resolver de um outro jeito. É a Reparação do Sistema ou a Restauração de Fábrica (para notebooks). A reparação tende a reverter o quadro atual de um sistema, trocando arquivos possivelmente corrompidos, por arquivos novos. Porém, você não perde nenhum dado ou programa salvo no PC. Já a restauração de fábrica funciona do mesmo jeito, com a exceção de que é mais eficaz e você perde os dados salvos.

Por isso, antes de formatar seu PC, tente repará-lo ou restaurá-lo.

1 comentários:

  1. Cara vcs sao D+++ msm,
    segui tudo direitinho meu PC VIROU um FERA!!!
    Ta uns 80% mais rapido....valewww por tudo

    ResponderExcluir