Dicas, truques, tutoriais, reviews, promoções e informação

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Sobrevivendo à Internet sem antivirus

eu preciso de um antivirus - como viver sem anti-virus 2016 2015
Nos tempos em que os malwares e vírus estão mais sofisticados do que os mecanismos de segurança, há quem dirá que esse é um artigo ambíguo. Porém, algumas pessoas me procuram para perguntar se existe alguma "mágica" para não ser dependente dos tradicionais antivirus. Bem, existir, existe, e não precisa de mágica. A questão toda dependerá do seu bom senso.

Vejamos algumas dicas importantes para quem planeja navegar na internet sem ter um antivirus instalado na máquina. Ressalto que isso não é uma garantia, mas sim uma dica para que sua 'aventura' seja eficaz.

1) Cuidado com os cliques


Sim, aquela velha recomendação de "não clique em tudo que vê". A curiosidade em abrir ou instalar algo pode custar caro à sua segurança. Tenha cautela ao navegar. Não clique em qualquer link ou abra qualquer site, independentemente se o link/site foi enviado por uma pessoa próxima a você. Neste caso, pergunte a ela antes.

Leitura adicional:
- Guia de proteção ao computador e à privacidade

2) Programas gratuitos? Atenção com os Crapwares!


A maioria dos programas gratuitos incluem a instalação paralela, mas opcional, de Crapwares (que nada mais são do que aqueles programas desnecessários que eles oferecem na instalação). Quando for instalar um programa, preste atenção no processo de instalação. Desmarque toda e qualquer opção que sugira componentes como Toolbars, Softwares de Limpeza, Antivirus e etc no meio da instalação. Os adwares e spywares estão constantemente presentes nesses componentes.

Sobretudo, após baixar um programa, antes de instalá-lo ou clicar sobre ele, verifique se ele é seguro usando o site VirusTotal.

Baixe os programas sempre de sites oficiais, dos próprios desenvolvedores. Evite a utilização de sites como Baixaki e cia.

Leitura adicional:
- Toolbars: Cuidado e como remover

3) Menos sistema real, mais sistema virtual


Para quem não sabe, existem dois tipos de tecnologia que são uma mão na roda para todos os problemas relacionados a malwares e vírus. São elas: Máquina Virtual e Sandbox. Resumidamente explicando, são softwares que criam um segundo ambiente em seu computador, o qual podemos chamar de "ambiente falso". Você poderá navegar pela net sem qualquer preocupação e sem precisar de conhecimento técnico usando essas tecnologias, pois elas vão isolar o seu sistema real das ameaças, fazendo com que as modificações ocorram apenas nesses ambientes falsos.

De longe, é a dica mais importante desse artigo.

Para facilitar, leia sobre nos links abaixo.

- Como usar e configurar a máquina virtual VirtualBox
- Como usar o SandBoxie | Como configurar o SandBoxie

4) Mantenha tudo em ordem


Claro que para que a segurança do seu computador seja reforçada, o sistema operacional que você está utilizando (seja Windows, Linux, Mac ou qualquer outro) deve estar sempre atualizado e bem configurado contra ameaças externas. As atualizações incluem correções de bugs, problemas de segurança e pacotes de componentes que ajudarão seu sistema ficar mais equilibrado.
No entanto, MUITO cuidado com a conexão de Smartphones, iPhones, Pen Drives, HD Externos e outros dispositivos externos no seu computador. Embora sejam extremamente comuns hoje em dia, também são 'antros' de pragas virtuais.

O Windows possui um recurso chamado Autorun (Reprodução Automática) habilitado por padrão. Esse recurso é absolutamente nocivo ao seu sistema porque ele vai executar um dispositivo externo logo na hora que você conectar o USB dele na máquina. Portanto, para o vírus instalar em seu computador, nem precisa abrir a Unidade dele - a infecção ocorre instantaneamente e sem que você saiba.

Leitura adicional:
- Como proteger seus aparelhos móveis

5) Backup é essencial


Ter um backup de todos os seus arquivos e documentos é um fator imprescindível. Caso a máquina seja infectada ou o sistema trave, você não corre o risco de perder esses arquivos ou tê-los contaminados. Use sempre um HD externo ou Pen Drive para isso. Acima de tudo, não use-os em qualquer computador. Deixe-os como aparelhos de Backup apenas, uma ferramenta de emergência.

6) Sem antivirus "em partes"


Mesmo que você esteja bem com seu sistema sem um antivirus rodando, é interessante realizar uma verificação anti-viral online. As próprias fabricantes de antivirus oferecem versões Standalones (não-instaláveis) e/ou online de seus produtos. Seria aconselhável efetuar um escaneamento com essas ferramentas pelo menos de 2 em 2 meses para ter certeza de que tudo está sob controle.

Abaixo deixo dois links bacanas sobre isso.

- Como usar o ESET Online Scanner
- Como usar o Kaspersky Rescue Disk

7) Barreira entre a vida virtual e a real


Pra finalizar, acho que convém frisar um dos alertas mais frequentes nos tempos atuais: A vida real não deve interferir na virtual e vice-versa.

As redes sociais se tornaram praticamente a "segunda casa" das pessoas. No entanto, os crimes virtuais infelizmente são tão habituais quanto os da vida real. Engenharia Social, por exemplo, é um dos crimes virtuais mais corriqueiros no mundo tecnológico.

Cuidado com os sites de compra, use Cartões de Crédito, Internet Banking e informações pessoais apenas em sites que você realmente conheça e de total confiança. NUNCA divulgue dados como CPF, RG, Número do Cartão, informações residenciais, entre outras na internet. Muitos casos de Pedofilia, Estupro e Sequestro estão relacionados com o que a vítima publica, seja na rede social ou em algum site desconhecido.

Lembre-se de uma coisa: Você não sabe quem está do outro lado! Assim como pode ser uma pessoa do bem, pode perfeitamente ser um meliante usando de persuasão.

3 comentários:

  1. Fala Marcelo. Quanto tempo cara... Faltou uma dica: 8) Use Linux! hehe
    Valeu pelas dicas. Há algum tempo você falou que usava Linux e não usava antivirus. Depois daquele tempo passei a testar varias distros. E continuo usando. Valeu por aquela dica. Inclusive odia ter uns tutoriais de Linux aqui também. Acredito que seria um conteúdo interessante

    ResponderExcluir
  2. Bom dia,
    Como posso entrar em contato com vc?
    preciso dos seus servicos, e pode ser a pagamento.
    Deixo meu email flucia@gmail.com
    Obrigada, fico no aguardo.

    ResponderExcluir