OpenAI e Axel Springer Ink fecham acordo para integrar conteúdo de notícias no ChatGPT

Publicado em

Parceria entre OpenAI e Axel Springer Promete Inovar Jornalismo com IA

A Axel Springer SE, um gigante no setor de mídia, recentemente selou uma parceria com a OpenAI, desenvolvedora do ChatGPT, com vistas a empregar publicações do conglomerado alemão no aprimoramento de seus modelos de inteligência artificial. A iniciativa visa criar respostas mais ricas no ChatGPT, embasadas em fontes confiáveis.

Integração de Conteúdos Inovadores

A colaboração revelada pelas entidades aponta para uma nova fase onde a OpenAI irá remunerar a Axel Springer pelo acesso a conteúdos jornalísticos de seus diversos canais, como o renomado Politico, além do Business Insider e dos periódicos Bild e Die Welt. Mesmo com a relevância deste acordo, detalhes financeiros não foram divulgados publicamente.

Benefícios Mútuos

  • A OpenAI terá a oportunidade de aperfeiçoar suas tecnologias com materiais ricos e variados.
  • Os usuários do ChatGPT poderão obter respostas enriquecidas com links para os artigos originais, reforçando a transferência e a expansão de conhecimento.

Mathias Döpfner, CEO da Axel Springer, expressou o entusiasmo da empresa em explorar o potencial jornalístico que a IA pode oferecer, vislumbrando um avanço tanto em qualidade editorial quanto em modelos de negócio.

Antecedentes e Perspectivas Futuras

Já estabelecida na celebração de parcerias, a OpenAI anteriormente garantiu um acordo com a Associated Press, e também investiu em colaboração com o American Journalism Project, tendo em mente o fomento de jornais locais através de IA. Estes movimentos evidenciam uma tendência ao desenvolvimento conjunto de tecnologia de ponta e jornalismo.

LER  Pai solicita inteligência artificial voltada para a paz e fraternidade

Divergências e Desafios no Horizonte

Enquanto algumas editoras buscam o equilíbrio na interação com ferramentas de IA, outras questionam a falta de compensação pelo uso de seus conteúdos e alertam para os riscos inerentes à geração de notícias por tecnologias sujeitas a equívocos. Mídia europeia como a Radio France já barraram as tentativas da OpenAI de acesso às suas bases de dados e o Le Figaro, da França, rejeita o uso de IA generativa no suporte à redação de artigos.

Posicionamento no Mercado Brasileiro

O cenário no Brasil vai ao encontro desta tendência cautelosa, com a Editora Globo, responsável por jornais de grande circulação como O Globo e Valor Econômico, proibindo a OpenAI de utilizar seus conteúdos no treinamento de suas ferramentas de IA.

Informações Complementares

Para aqueles interessados nas dinâmicas do mundo corporativo e nas novidades que direcionam os negócios globais, assinar a newsletter IM Business pode ser uma forma eficiente de se manter atualizado.

A parceria entre OpenAI e Axel Springer marca um novo capítulo na história do jornalismo, onde a inovação e a tecnologia andam lado a lado na busca por notícias de qualidade e modelos de negócio sustentáveis.

Photo of author
Olá! Eu sou o João, tenho 23 anos e sou estudante de engenharia robótica. Nos meus tempos livres, também atuo como redator web.